O Portugal Solar Challenge é um evento único que consiste numa corrida de veículos elétricos movidos exclusivamente a energia solar e tem como objetivo específico promover, entre todos os jovens participantes, soluções de mobilidade sustentável, em particular veículos solares de baixo custo. O público-alvo desta iniciativa são alunos e professores do ensino secundário (participação individual ou em equipas de 4 elementos). Inscrições para 2019 abrem em breve.

Corridas

Os carros serão fornecidos pela organização. Estes carros  foram construídos de raíz por alunos do Mestrado Integrado de Engenharia da Energia e do Ambiente (MiEEA) da FCUL. No entanto, a corrida está também aberta a equipas que tragam os seus carros e que sigam o regulamento técnico.

Melhor Piloto

O primeiro tipo de corrida será para definir o melhor piloto de carros movidos a energia solar. Os pilotos serão divididos em grupos, onde correrão uns contra os outros. Os finalistas serão os vencedores dos grupos. Cada corrida será uma serie de 2 ou 3 voltas à pista. Este evento é de participação livre e individual.

Melhor Equipa

O segundo tipo de corrida será por equipas e será uma corrida de endurance com um tempo total de 30 minutos. Nesta corrida será obrigatória a troca de pilotos. A corrida está também aberta a equipas que tragam os seus carros e que sigam o regulamento técnico.

Inscrições e informações práticas

  • Inscrições para 2019 abrem em breve;
  • A inscrição é gratuita;
  • O “autódromo” fica no campus da Faculdade de Ciências da ULisboa junto ao edifício C6, no Campo Grande. É composto por retas longas, curvas rápidas e apertadas e tem um perímetro total de cerca 1500 metros;
  • A idade mínima de participação recomendada é de 16 anos – no entanto fica ao critério da organização decidir se os concorrentes demonstram maturidade necessária para entrar em pista;
  • Todos os concorrentes deverão trazer capacete de bicicleta.

Organização

João Serra, Killian Lobato e Guilherme Carrilho da Graça – Professores do Departamento de Engenharia Geográfica, Geofísica e Energia da Faculdade de Ciências da ULisboa e investigadores do Instituto Dom Luiz.